Minhas razões

Incluo-me entre aqueles que aceditam que, de maneira independente das circunstâncias que a vida nos apresenta, pensar, falar e agir com gratidão é uma escolha que fazemos, de maneira consciente, a partir do cardápio de atitudes que sempre temos à nossa disposição.

E essa não é uma escolha fácil. Especialmente quando, de alguma maneira, nos sentimos atacados, criticados, ou tratados com desprezo e falta de respeito. Nessas ocasiões, nossas emoções, sentimentos e dificuldades pessoais bloqueiam os pensamentos amorosos e as nossas melhores palavras e ações de reconhecimento e agradecimento.

Em uma sociedade que estimula e promove uma postura de autosuficiência e de independência é muito fácil esquecer o quanto dependemos de outras pessoas e de situações favoráveis para o nosso próprio sucesso e desenvolvimento.

Este espaço é o local onde pretendo cultivar e desenvolver a disciplina da gratidão. Onde essas escolhas conscientes serão explicitadas.

Alegro-me ao pensar que, além daquelas pessoas que encontro com frequencia, outras com quem não tenho mais contato há muito tempo, de quem não sei o endereço, e outras que talvez nunca volte a encontrar, mas para quem considero que ainda tenho dívidas de gratidão, também possam ser alcançadas pelos meus pensamentos, minhas palavras e ações de reconhecimento.

Sou grato por isso!

Eduardo Leal

Anúncios

Um comentário em “Minhas razões

  1. Pingback: Garrafa 500 – Quinhentos tons de celebração | Três Coisas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s